domingo, 20 de janeiro de 2013

Centromédio

   Explicando, jogador de meio de campo, excelente no desarme de bola, mas incapaz de seguir, manter o domínio e dar sequência a jogada. Nele nenhuma jogada de efeito, gol raro sair dos seus pés. Estranho, mas pareço um. Sou ótimo na abordagem e conquista, mas me perco com as palavras e nos atos. Acabo fazendo esforço para ter ao lado, no entanto perco em instantes de distração. Tenho defeito, simplifico ao extremo, recuo quando precisava avançar e acelero, onde a calma seria alternativa mais adequada. 
    Partida do afeto termina, sou derrotado pelo sentimento. Sofro por errar, fico quieto e irritado comigo mesmo. Cabeça como um liquidificador. Desmotivado sem vontade continuar e recomeçar.
  Queria ao menos uma vez, ser atacante, conquistar com um movimento e gol. Falta técnica, carisma e talento. Simples, quase ingênuo, tipo brucutu, falo com olhos e mãos.  Espontâneo, mas qual vantagem? Nenhuma, as histórias interrompidas de forma brusca. Precisava mínimo de habilidade para conduzir um pouquinho além. Confesso até me esforcei, mas erros se repetem e sigo só. (por Iberê)

2 comentários:

Alene Mattos disse...

fui lendo o texto e a cada linha, descobrindo que faço parte desse time!
=/

O Cercadinho disse...

Grato pelo comentário, triste essa conclusão, mas acabo repetindo erros e final igual.

bjs (por Iberê)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...