sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

As Faces de Iberê

Em conversa franca com uma leitora, o interrogatório dela e o mistério sobre as faces de Iberê. Abaixo trechos do diálogo e a revelação:

***
Leitora: Muito prazer, eu sou a Leitora (fala nome dela, mas vou manter em sigilo)
Iberê: Muito prazer, eu escrevo um blog.
Leitora: Mas eu gostaria de ver, como é seu rosto. Conheço teus textos apenas.
I: Meu rosto alterna, as vezes suave e outras pesado.
L: O rosto de todo mundo alterna, mas eu gostaria de vê-lo, suave ou pesado.
I: Basta me ler, quando sou escrevo de forma seca, a expressão pesada. Porém quando faço textos leves aparência suave e angelical
L: Rss angelical, mas eu te leio.
I: Então já conhece a minha face.
L: Mas gostaria de ver seus traços.
I: Ou melhor as múltiplas caras.
L: Mas eu imagino como seja , pelo que vi das.
I: No micro, as letras ficam padronizadas, times ou arial. Como imagina?
L: Pelas nuances.
I: Explica, porque quer me ver?
L: Acho que você é alto.
I: Errou, tenho um setenta e sete, peso setenta e três quilos. Porque quer me ver?
L: O peso eu ia falar isso, cabelos castanhos, olhos castanhos. Porque eu sou muito visual, meus olhos precisam se alimentar.
I: À comida para o intelecto, isso posso oferecer.
L: Eu gosto dos 2.
I: Então já é feliz, pode ter um com qualidade.
L: Eu gosto de beleza disforme, suja.
I: Perfeito, leia os textos bruscos, expressões diretas e frases curtas.
L: Eu já li, por isso gosto do seu estilo.
I: Então gosta de mim, conhece todas as minhas versões.
L: Talvez, a gente nunca conhece tudo. Sempre existem segredos e faces não reveladas.
I: Um rosto me resumiria, a uma única imagem. Continua lendo, a cada frase vai descobrindo como de fato sou, o visual alterna.
L: Já esteve com alguém de olhos vendados? Só tocando e ouvindo?
I: Assim que se sente, comigo?
L: Poderia ser uma boa definição.
I: Como me define após conversa, como vê agora?
L: Te vejo cheio de segredos e com medo de se mostrar, mas que se mostra a cada frase. Forte, mas inseguro.
I: Porque a interrogação gera revolta?
L: A mim não, porque já te conheço.
I: Impossível, nem eu me conheço de verdade. Ainda estou tentando me descobrir. Tenho várias faces ou fases: momentos calmo, light, afetivo e outros agitado, agressivo e surtado. Contraditório, mas real, não sou ficção, existo. (por Iberê)


Nos adicione no MSN >>>  o-cercadinho@hotmail.com 

Dica: Leiam os textos feitos pelo Marcão, histórias marcantes, contadas com realismo. Descreve os fatos de maneira direta, sem receios ou pudores.

16 comentários:

Audrey Andrade disse...

Pois é Iberê, por mais que convivamos com alguém não somos capazes de conhecê-lo a fundo. O mesmo acontece com a gente. Será que nos conhecemos tão bem a ponto de nos mostrarmos em uma rede de computador. A foto do meu blog é minha, no entanto, mostro apenas uma face. Todos nós temos várias faces e fases.

Meu carinho!
http://pequenocaminho.blogspot.com

Ana Kalinne disse...

Iberê, você escreve com muita perfeição, cada detalhe, cada palavra é como se tudo se encaixasse. Parabéns, lindo texto, bela reflexão!

Sonia disse...

A garota tá muito certa! Tinha que mostrar a cara! kkk
Que tal no final de cada texto, o nome com a foto de rosto pelo menos...hã?? rs...
Acho justo...rs

Sonia disse...

Outra coisa: um mural alí no canto direito do blog seria legal. Pra gente dar bom dia, boa tarde, boa noite...rs

Caroll disse...

Só posso dizer que em cada texto você mostra uma face sua...
Sempre surpreendente..
Bjs

O Cercadinho disse...

Audrey Andrade, tentei mostrar isso mesmo querida, mesmo com fotos, conversas é complicado conhecer o todo. Grato pelo carinho.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Ana Kalinne, obrigado pelo elogio, mas apenas tento relatar os fatos, ainda estou longe de perfeição.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Sonia, minha a cara mostro em cada palavra, só minha face segue em sigilo.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Sonia, anotada a sugestão, vou ver depois com o Marcão.

bjs
(por Iberê)

Sara disse...

Iberê meu lindo...suas faces são muitas e todas elas interessantes, gosto quando vc é super sincero e assusta as queridas com frases secas e definitivas, quando deixa escapar um resquício de safadeza, quando está sensível e dispara um textinho algodão doce, quando surta e escreve coisas que às vezes só fazem sentido pra vc...
Mente criativa, hiperativa, nervosa, excêntrica e adorável.

Provável seja esta, uma definição econômica e incompleta para alguém talentoso e inteligente como vc, no entanto, aqui sou leitora e não criadora, apenas comento, aprecio e aguardo.

Bjus querido

O Cercadinho disse...

Caroll, sim tento aparecer um pouco em cada texto, mas nunca apareço ao todo, fica sempre um mistério.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Sara, fiquei sem palavras diante da tua definição, cada vez fico mais encantado com a qualidade deste espaço. Tenho leitoras de nível e isso me fascina. Obrigado por estar aqui e seguir acompanhando O Cercadinho.

bjs
(por Iberê)

Sonia disse...

Nada de mostrar a face, então?? Ok...ok...rs

O Cercadinho disse...

Sonia, no post de hoje estou aparecendo um pouco.

bjs
(por Iberê)

Sonia disse...

rs...

Simey Lopes disse...

mas que definido... rs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...