domingo, 1 de janeiro de 2012

Dia seguinte

Noite desagradável, colchão duro, quarto de hotel e solidão. Tenta dormir, esquecer e continuar. Sono complicado, lento e difícil, na memória lembranças. Recorda a essência do perfume, contato da pele, beijos e caricias. Esquece o motivo, a briga e divergência. Carente, lamenta a falta da amada, a perda dos momentos agradáveis e o prazer.

Imaginação fértil, lembra dos sonhos suspensos. Projeto de vida do casal, casa na praia e crianças correndo na areia. Cinco anos de união, interrompidos por uma qualquer. Arrependido, tem consciência do dano e sabe do retorno inviável. Lamenta ter agido por instinto. Culpa quem teria, afinal a amiga era dela. Tinha avisado a esposa sobre a flexibilidade da mulher. Tentou evitar a traição, mas foi traído pelo desejo.

Cena armada, residência vazia e a gostosa dentro da piscina. Entra chama a companheira, procura no ambiente. Caminha alguns passos e fica em frente ao corpo escultural. Admirado com a beleza, dá uma olhada discreta. Ela percebe, tira o biquíni e vai na sua direção. Continua imóvel e fiel, mas começa a tocá-lo e pratica quase um estupro. Em pleno ato, descobertos, tentou ainda explicar a inocência. Inútil, as palavras perdiam efeito. Não bastava dizer, eu te amo. A imagem brusca, interrompia a continuação da relação afetiva.
Solitário, a liberdade parecia sem nexo. Barba para fazer, malas espalhadas e tristeza estampada no rosto. Televisão ligada em pleno sábado à noite. Sentido pela separação, rejeitava festas. Buscava recomeçar, procurar um caminho, onde a ausência ficasse menos dolorida.  (por Iberê)

PS: amanhã tem novo texto da série Sem Destino, escrita pelo Wanderlei, quem não leu ainda, aproveita o intervalo e leia os capítulos anteriores clicando AQUI.

9 comentários:

Linda Simões disse...

Pois,

gostei do texto.

Feliz ano Novo,


Linda Simões

O Cercadinho disse...

Linda, obrigado pelo primeiro elogio do ano ao Cercadinho, e excelente 2012 para ti.

bjs
(por Iberê)

Liliana disse...

Um conto de dar dó... mas como é fraco esse cara! Bom... mas como n sou um homem, e n sei como funciona o sentimento e pensamento do homem, lamento junto com o pobre rapaz pela sua solidão.

Alê disse...

Porque triste e lindo,


Um ano abençoado!

O Cercadinho disse...

Liliane, um momento pode suspender anos de união, apenas queria mostrar essa questão, nem sempre tem culpados ou errados.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Alê, desejo um ano excelente para ti e abençoada seja tua presença no Cercadinho.

bjs
(por Iberê0

Nos Amando... disse...

que gentileza
estou seguindo gostei daqui
lindo inicio de semana
feliz ano novo

O Cercadinho disse...

Nos Amando, grato pelas felicitações, excelente 2012 para ti.

bjs
(por Iberê)

Luiza disse...

Oi Guris,
Obrigada pela visita ao meu blog e, principalmente, pelo comentário. Gosto de saber que estão curtindo as minhas postagens. Li alguns textos de vocês e dei boas risadas, vocês são bem espirituosos! Encontraram mais uma seguidora.
Abraço,
Luiza
tapetesetrilhas.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...