domingo, 29 de janeiro de 2012

Maria da Penha, homofobia, cadê lei de macho?

Valida, justa e correta a Maria da Penha, necessária e inevitável contra a homofobia. Porém vamos falar de algo sério, sem frescura, a necessidade de criação de uma lei em defesa do macho. Estamos sumindo, reduzidos, a poucos exemplares da espécie, algo deve ser feito, pois caso continue essa tendência seremos extintos. Por mim, nem me importaria de ser o highlander e último exemplar, até ao contrário seria divertido.

Voltando ao foco, ajustes precisam ser feitos, para preservação, um dos fatores prejudicias, responsável por enfraquecimento, o isolamento do bando. Os exemplares precisam manter contato com universo masculino, futebol, cerveja e demais membros do clã. Falhas e anulação da caracteristica de fabrica, assistir novelas, visitas a sogra e passeios no shopping para olhar vitrines. Ficar preso, anulado e neutro, em relação afetiva, deixando de exercer o papel de macho alfa, acaba educadinho e cheio de regras. Perde o instinto, a pegada e o jeito, vira quase um urso de pelúcia, lindo na aparência, mas sem função, apenas enfeite.

Queridas ajudem, colaborem, precisamos de vocês para continuarmos. Evitem implicar e tentar cortar os hábitos: trago perto, sogra longe e televisão com futebol. Extintos faremos falta! (por Iberê)

Nos adicione no MSN também >>>  o-cercadinho@hotmail.com 

Clique aqui  >>> CONCURSO DO CERCADINHO

20 comentários:

Ariani Martins disse...

Nem tudo ta acabado...
Vi um menino na tv, ele tem 7 anos e quando toma banho se recusa a lavar o pé...Ele diz que homem tem q ter chulé.
kkkkk....é até fofo!

O Cercadinho disse...

Ariani, também não precisa ser fedido, mas ao menos o piá tem personalidade.

bjs
(por Iberê)

Sara disse...

Dou o maior apoio nessa campanha de preservação "macha"!!!
Estou passada com tanta servidão e complacência.
Cadê aqueles homens com atitude e determinação que existiam aos montes?
Já sei...dando a última palavra: "simmmmm amor"

Bju...meu Iberê Alfa

Simey Lopes disse...

dou maior apoio, apensar de não achar necessario bebida e futebol para ser macho, o que de um homem um macho são outros 500. Mas voltando ao texto... completamente apoiado.

O Cercadinho disse...

Sara, estão sendo extintos devo ser um dos últimos da espécie.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Simey, no universo feminino talvez não, mas no masculino são fundamentais.

bjs
(por Iberê)

Caroll disse...

Ah não sei.
Tenho visto seres revestidos de músculos,corrente de prata, procurando briga e se chegam em alguma mulher e ela dá o fora, rola até tabefes....afff
Esses ai sim precisavam ser extintos.
Quantos aos seres que ainda sabem tratar bem uma mulher, apoio o apelo do Iberê.
Bjs querido

O Cercadinho disse...

Caroll, falo no texto de machos, não de burros, como citou, esses já podiam estar extintos.

bjs
(por Iberê)

Menina Mulher disse...

Bom o texto abrange alguns pontos que eu pude perceber, porém creio que pode seguir pra outros pontos também. Questão de brincadeira e tals mais leis não movem mais o nosso mundo pelo menos nesse país onde estamos rodeados de leis que não são cumpridas, leis criadas para obrigar as pessoas a cumprir outras leis, algo totalmente desnecessário. Quanto a extinção de homens concordo, faltam HOMENS, educados, verdadeiros, sem enrolação, inteligentes, essa espécie certamente está sendo extinta sem duvida. Falta um pouco de programas caseiros ninguém vive inteiramente de baladas. Hoje os homens ainda reclamam dos problemas de anos atrás como o profundo desapego das mulheres por futebol, desculpem homens mais os tempos mudaram eu gosto de futebol e não sou a única, vocês desejam mudanças mais não acompanham as mesmas e ai está um grande problema, se você não muda e os outros mudam certamente irá procurar outra coisa para reclamar, como por exemplo a questão da bebida, para muitos homens a mulher antigamente cozinhava como a mãe e hoje bebe que nem o pai. Problemas a parte a sociedade é assim cheia de reclamações como uma relação afetiva que não vai ir pra frente se um exigir mudança e os dois não decidirem mudar para o melhor se é que isso é preciso.
Mas o texto ta bom, sempre digo isso né se acostuma..hehehe

Beijos

Carlinha Mielitz disse...

kkkkkk
Que medo é este? vcs ainda viveram mto para ver a gente em ascensão....kkkkk
E sabe se vc visse isso como algo engraçado, nem ia sofrer em visitar a sogra...kkkk

beijos

Liziane Velasco disse...

Caríssimo,

Citaste a Lei Maria da Penha. Compreendi que fizeste uma analogia dessa lei tão necessária que enquadra diversos tipos de agressões contra as mulheres de modo a explicitar que, às vezes, algumas mulheres colocam os companheiros em situações de constrangimento.
Bom, penso que quando se ama alguém se suporta a tudo, até mesmo visitar a sogra. Porém, a grande maioria das pessoas não deseja um relacionamento sério, portanto, não há motivos para namorar alguém e ter que visitar a sua família.
Gostaria de aqui colaborar com uma informação. A Lei Maria da Penha já foi utilizada para um caso em que a mulher agredia o esposo, ou seja, a vítma era o homem e o agressor a mulher. Lembrando sempre que essa mesma enquadra-se também para qualquer relação homoafetiva.
Sinceramente, pouco importa o gênero daquele que será protegido por tal lei. É fundamental a existência de leis para as minorias, coisas que defendo no meu blog: http://dradireitolbv.blogspot.com/.

Abraços,

Lizi.

Nathy Avelar disse...

Sim, extintos farão falta, não tenha dúvida... Mas enquanto existem aos montes, a gente pode usar e abusar, querer TENTAR mudar (mesmo as tentativas sendo frustradas).
Quando estiverem entrando em extinção a gente deixa voces fazerem o que quiser da forma que quiserem, nem precisarão visitar a sogra, mas isso quando estiverem entrando em extinção (ou seja, nunca).
Ah! E não custa nada satisfazer alguns desejos feminos e deixar suas vontades de lado, afinal: extintas faremos mais falta ainda, não?

Lu Machado disse...

Senti um 'q'zinho de machismo aí haushaushuash, mas vou concordar com algumas coisas. Acho que meu marido deve sim ter o espaço dele e saber me surpreender às vezes e não apenas virar um ursinho de pelúcia na minha estante. E é por isto que acho legal que ele saia de vez enquanto com os colegas pra tomar uma cervejinha e bater uma bolinha...tendo seu espaço individual garantido.
Abraços,

http://encantobylu.blogspot.com

O Cercadinho disse...

Menina, o foco era o humor, só comentei lei para ser mais forte o argumento e tentar ser cômico.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Carlinha, visitar a sogra, só como humor negro.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Liziane, sim essa lei Maria da Penha é fundamental, esses tempos vi ela na TV comovente a história desta mulher, no texto tentei fazer humor, e sobre as leis de defesa de igualdade da homofobia, são todas justas, afinal cada um é livre para fazer suas escolhas.

bjs
(por Iberê)

Aline V. Melo disse...

Apoiadooo... e devo confessar que eu ri com o comentário da Ariani e o menino do chulé! kkkk

=)

bjos

O Cercadinho disse...

Nathy, com vocês extintas iria ficar redondo de tanto beber, ficaria em pânico circulando as ruas em busca de uma mulher. Amo cada uma e seria horrível a ausência.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Lu, isso deixar cada um ter suas coisas, assim preserva a união e não sufoco o outro, por esse caminho mesmo uma situação normal e duradoura.

bjs
(por Iberê)

O Cercadinho disse...

Aline, isso mesmo defendendo os machos, boa sabe o valor da raça.

bjs
(por Iberê)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...